E se simplificarmos as coisas?

É legítimo o desejo de acertar, de agradar quem apostou em nossa criação, de ser reconhecido, de ser amado. Somos humanos. Agora, será que dá pra ser mais simples?

Leia Mais
B.
Constantine, 2005

Esse filme nunca fez sucesso com os críticos de cinema, nem com os críticos de quadrinhos. Eu ainda não li nada de Hellblazer, mas tudo no filme parece incomodar quem é mais familiar com a graphic novel. O elenco, os personagens, as performances, o ambiente, as intenções. Tudo errado.

Leia Mais